Lombalgia

A lombalgia, como o próprio nome sugere, é a dor que se localiza na região lombar. Trata-se de uma das queixas médicas mais recentes, e costuma afetar até 90% de todos os adultos ao longo da vida. Dor essa, que pode, inclusive, irradiar para glúteos e pernas, associada a compressão do nervo ciático.

Geralmente, a dor lombar melhora após alguns dias. Contudo, nos casos onde ela é persistente e acompanha outros sintomas, é importante que o paciente realize uma consulta com um ortopedista.

Quais os principais sintomas da lombalgia?

Os principais sintomas associados à lombalgia, são:

  • Contraturas musculares e tensão muscular na região;
  • Alteração na capacidade funcional, com dificuldades de ficar sentado por muito tempo;
  • Dor no final da coluna.

Existem casos e casos para a lombalgia. Há aqueles pacientes que também experimentam a sensação de queimação nas pernas, formigamento, além de dor que irradia para os glúteos, com dificuldade de caminhar e respirar.

Diagnóstico da lombalgia

Além da observação dos sinais da doença, o ortopedista poderá solicitar exames de imagem como o raio x e ressonância magnética, que ajudam, inclusive, a descartar outras doenças como a hérnia de disco.

A avaliação do nervo ciático também é feita, uma vez que ele também está associado ao problema.

Afinal, quais são as causas da lombalgia?

A lombalgia surge em qualquer idade e afeta homens e mulheres igualmente. As causas, muitas vezes, não são possíveis de descobrir, mas alguns fatores contribuem, como:

  • Sedentarismo;
  • Postura inadequada;
  • Doenças como osteoporose e artrose da coluna;
  • Esforços repetitivos

Entre outros.

Como é feito o tratamento da lombalgia

De acordo com as dores, o tratamento é orientado por um ortopedista ou reumatologista.

Em alguns casos, são utilizados anti-inflamatórios e analgésicos para alívio das dores. Em casos crônicos, recomenda-se a realização de fisioterapia, com alongamento e exercícios de fortalecimento específicos.

Para mais informações sobre a lombalgia, entre em contato com o Dr. Fabiano Fonseca!